HOME / Matéria / Corte de verbas para o esporte

Corte de verbas para o esporte

16/06/2018
Araraquara / SP
Wilson Silveira Luiz
Foto: Divulgação

Centenas de nações voltam suas atenções para a Copa do Mundo de Futebol, na Rússia. Procurei motivos para comentar o assunto futebol e esporte em geral. Como não encontrei espaço suficiente para detalhar, resolvi refletir sobre o tema.

A Copa do Mundo é uma das maiores promoções do esporte mundial. Trata-se de uma época ímpar em que todas as nações se unem num país para torcer por suas cores. E o país-sede aproveita para divulgar suas riquezas. O futebol e o esporte em geral representam a formação de raças equilibradas.

Resumindo, o esporte bem difundido significa menos problemas de saúde, menos consumo de drogas, alcoolismo e tabagismo.

 E, no Brasil, o Presidente da Confederação Brasileira de Futebol não pode sair do país por estar envolvido em falcatruas internacionais. O seu substituto foi à reunião da FIFA compromissado com a CONMEBOL para votar no México, Estados Unidos e Canadá para sede tripla dos Jogos de 2026. E, contrariando o compromisso assumido, ele votou no Marrocos. Essa “trairagem” está sendo motivo de chacotas contra o nosso País.

E mais! Para se ter uma ideia de como o esporte é visto pelos nossos governantes, destaque-se a medida tomada pelo Governo de compensar as “perdas” com a diminuição dos preços de combustíveis, com cortes de parte das verbas destinadas à saúde, à educação e ao esporte. Não seria mais conveniente o corte de altos salários de políticos, ex governantes e as aposentadorias compulsórias milionárias esparramadas por todo o Brasil?

Galeria de Fotos

Comentário(s) - 0

Seja o primeiro a comentar.