80%
Você está ouvindo: Rádio PWZ

HOME / Matéria / Resgate oportuno

Resgate oportuno

24/05/2019
Araraquara / SP
Wilson Silveira Luiz
Foto: Arquivo

Sob coordenação do atuante Soró, está sendo resgatada a história de um dos mais importantes eventos esportivos de Araraquara e quiçá um dos maiores do Estado.

FESTA DE PREMIAÇÃO DA SALA DE REMINISCÊNCIAS ESPORTIVAS DOPASCHOAL GONÇALVES DA ROCHA.

Com a sua simplicidade incomparável, o Paschoal deixou um legado fantástico. Pena que algumas autoridades não deram o mínimo valor para o relicário do “Magrinho Elétrico” – Ainda bem que reservaram um espaço para que essa importante obra prosseguisse mostrando capítulos memoráveis da história do rico esporte araraquarense.

Eu me sinto muito feliz, pois tive o privilégio de ver o começo disso tudo. Me lembro que o “Paschoalito” aparecia duas ou três vezes por semana, na Rádio Cultura, carregando a sua bolsa ou sacola, repleta de fotos. Um dia disse a ele, “porque você não reserva um cômodo de sua casa para expor essas fotos?”

E naquela época, um dia visitando a sede da AFE na Avenida Duque de Caxias, vi num cesto, centenas de fotos, inclusive da célebre excursão para a África e Europa.”Catei-as” e guardei.

O Paschoal, certo dia, me disse novamente sobre a sua vontade de montar uma exposição de fotos do esporte. Eu disse: “Paschoalito” venha aqui amanhã que eu vou lhe presentear com algumas importantes fotos da AFE. Você vai gostar.” E numa segunda-feira, me lembro, ele apareceu por lá com a sua famosa sacola. Peguei as fotos, por mim encontradas numa cesta de lixo na antiga sede da AFE e entreguei-as ao Paschoal. Gente, vocês não imaginam a alegria do Paschoal ao receber o presente. E daí pra frente, a “coisa” evoluiu.

E o empreendimento foi crescendo. Contando com ajuda financeira do saudoso Vicente Michetti, o Paschoal iniciou as necessárias reformas no cômodo de fundo de quintal. E o volume de fotos cresceu assustadoramente. Havia necessidade de passar a tarefa para algum profissional gabaritado para confecção dos quadros. Ai surgiu o Benedito Reginaldo Viviani, o popular Tetê que ajudou a propagar a idéia. E a Sala foi crescendo necessitando de ampliações.

O Paschoal fazia reuniões periódicas servidas com salgadinhos e bebidas, até que chegou a um ponto que o bom mesmo seria uma festa em algum Clube. E lá foi o Paschoal com a sua inseparável sacola, pelas ruas da cidade, vendendo adesões para a Festa da Sala, realizada nos anos seguintes, no Clube 22 de Agosto, Melusa Clube e Clube Araraquarense.E sempre com grande número de convidados de Araraquara e de várias partes do Brasil. E nessas festas, eu tive o privilégio de ser convidado pelo Paschoal para ser mestre de cerimonia.

E ai foi por todo o tempo emque durou a festa. E tem mais – numa dessas manifestações de carinho, recebi do Paschoal, um convite que era a consagração de uma velha e sólida amizade e consideração. O Paschoal me convidou para ser  padrinho de batismo, do hoje Jornalista Profissional, Cesar Ortega Gonçalves da Rocha. Preciso dizer mais alguma coisa do que foi e continua sendo esse laço de amizade com a família do Paschoal ? Daí a razão desse breve relato sobre a importância de termos uma pessoa, como o Rodrigo  Soró, para reacender a chama dessa festa anual que tem como objetivo, premiar aqueles que se destacam em suas modalidades esportivas. E o Brasil, um dia será uma invejável nação, quando as autoridades constituídas derem valor ao esporte e principalmente aqueles que difundem a prática.

Soró, parabéns a você e a todos que fazem parte do Projeto.

 

Galeria de Fotos

Comentário(s) - 0

Seja o primeiro a comentar.